Skip to content

Festival Vulva La Vida/Salvador/Jan. 2011

dezembro 22, 2010

FESTIVAL VULVA LA VIDA

DE 19 À 23 DE JANEIRO/SALVADOR
Orgulhosamente feministas, necessariamente inconvenientes


 

Estamos nós, que vivemos no presente, condenados a nunca
experimentar a autonomia, nunca pisarmos, nem que seja por um momento
sequer, num pedaço de terra governado apenas pela liberdade? Estamos
reduzidos a sentir nostalgia pelo passado, ou pelo futuro? Devemos esperar
até que o mundo inteiro esteja livre do controle político para que pelo menos
um de nós possa afirmar que sabe o que é ser livre?(Hakin Bey – TAZ)

 

Esse festival é fruto da I Convocatória Riot Grrrl Salvador, organizada pelo Coletivo Na Lâmina da Faca, que ocorreu de 20/08 a 20/10/2010, tendo por objetivo aglutinar mulheres  inseridas na contra-cultura feminista da cidade. Pra nossa surpresa, a convocatória – que começou como uma esperança de romper o ativismo individual ou de grupos pequenos e isolados – acabou tendo uma repercussão enorme (pra estrutura Faça-você-mesm@), acarretando num evento que foi construído não só pelo Coletivo, mas por uma rede de garotas.

Esse evento não deve ser confundido com eventos que acontecem sob o título de “Rock de Batom”, “Rock de calcinha”, etc. O Festival Vulva La Vida não é um evento que busca valorizar o “rock feminino”, pois não temos nenhum compromisso em manter o que nossa sociedade chama de “feminino”. Mas ao mesmo tempo também não temos nenhum compromisso com a masculinidade. Acreditamos no potencial do rock/hardcore e da música em geral enquanto possível destruidor da feminilidade tradicional, isso é, acreditamos na criação de outras formas de vivenciar o feminino que não estejam sufocadas pela imposição de características como doçura, servidão, passividade, permissibilidade, castidade. Daí vem a nossa identificação com o feminismo, pois o encaramos como uma visão de mundo que não diz respeito apenas à “questão da mulher” mas a todos os tipos de relação sociais, resultando numa aliança entre diversas lutas. Nos posicionamos, assim, desde um feminismo autônomo, anti-racista e anti-capitalista.

Trata-se de um festival de contra-cultura feminista: através da ética do faça-você-mesma, acreditamos que a mudança não depende da iniciativa dos partidos e instituições políticas; devemos pratica-la no dia-a-dia, desenvolvendo novos valores para as relações travadas no cotidiano. Isso implica em repensar nossos hábitos mais “íntimos”, fazendo a revolução das ruas à cama. Política também é diversão!

Enquanto o padrão do que é ser “mulher de verdade” for reproduzido, irão permanecer os obstáculos para a união entre nós. Pois, se ser “mulher de verdade” como Amélia, é viver alienada de si própria, renunciamos então à ideologia que nos quer inimigas. É essa solidariedade que queremos celebrar no festival; não se trata, no entanto, de uma união que se dá às custas das nossas diferenças. Somos mulheres, mas somos negras, brancas, de classes sociais e orientações sexuais distintas, provindas de diversos contextos sociais. No entanto, estas diferenças internas são abraçadas com entusiasmo, pois nos levam a riqueza e heterogeneidade deste evento.

Nesses cinco dias de festival, esperamos que você se divirta, conheça novas pessoas, troque experiências, e saia com uma bagagem capaz de subverter o cotidiano (ainda mais!). Esperamos também estar fomentando um cenário feminista subversivo e independente, que não espera pelos outr@s mas que faz por si próprio; que constrói aqui e agora o mundo novo que desejamos.
Coletivo Na Lâmina da Faca
Cartazes por Túlio Xavier
12 Comentários leave one →
  1. dezembro 22, 2010 4:41 pm

    Huhuuul!!! Fodããão!!! 🙂

  2. dezembro 23, 2010 4:07 pm

    ba iris que show esse cartaz! ;~pena que moro tão longe,eu ia amar!
    :*

  3. Gabriela Gomes permalink
    dezembro 23, 2010 5:16 pm

    Porra, ficou lindo o cartaz!!!

  4. Mérquio permalink
    dezembro 23, 2010 6:39 pm

    Muito bom o catraz!!!

  5. dezembro 27, 2010 1:55 am

    foda!

  6. mongohelson permalink
    dezembro 28, 2010 1:20 am

    Legal a iniciativa da festa e muito boa as bandas que se apresentarão. Espero que o evento cresça e dê uma passada pela Cidade Maravilhosa, porque aqui também tem galera de atitude que vai se amarrar!

  7. louise permalink
    dezembro 29, 2010 5:15 am

    iniciativa foda, mesmo. os cartazes estão muito bem feitos e geniais, vocês deviam mandar para este site:
    http://posterize.com.br/

  8. vilneres permalink
    janeiro 6, 2011 12:22 am

    Sensacional!

    Saudações e vida longa para todas vocês, provavelmente estarei presente.
    Axé!

  9. janeiro 6, 2011 11:26 am

    parabéns meninas!!
    pena q estou tão longe – Porto Alegre – teria adorado tar ai, construindo autonomia feminista com vcs.

    Fiquem ligadas q em 2012 teremos em POrto o EFALAC, encontro feminista autonomo de america latina e o caribe.
    abraços rebeldes
    http://mulheresrebeldes.blogspot.com/

    • janeiro 9, 2011 4:08 pm

      Olá mulheres rebeldes!

      Admiramos muito as ações de vocês também! E deixo aqui nossos agradecimentos pela divulgação.
      sim, estamos sabendo do EFALAC, faremos o possível para ir!

      Abraços

  10. janeiro 7, 2011 8:46 pm

    Louca pra ver o show da DOMINATRIX pela primeira vez! E ainda mais em um envento desses!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: